Controle de temperatura de vacinas COVID-19:

entenda a importância e os benefícios do Indicador

de Temperatura Cold Chain Complete!

Veja como a solução pode reduzir os danos no armazenamento

e transporte das vacinas.





O Brasil enfrenta uma de suas piores fases da pandemia do Coronavírus, contabilizando até o dia 10 de janeiro de 2021 1.203.140 óbitos e 8.104.823 casos da doença.* Cientistas de universidades e farmacêuticas do mundo todo estão em uma corrida contra o tempo para produzir vacinas seguras.


No entanto, a ciência tem etapas para cumprir e os protocolos de segurança para a produção dessas vacinas são extremamente rigorosos. Eles exigem inúmeras fases de testes e aprimoramentos para não colocar em risco a saúde da população. As vacinas contra a COVID-19 ficaram prontas em menos de um ano, sendo uma das mais rápidas a serem produzidas na história.


Pense o seguinte: as vacinas contra COVID-19 já estão sendo produzidas às pressas, seguindo todos os padrões rígidos de produção. Imagine só correr o risco de perder este bem tão valioso por conta do mal planejamento de distribuição? Segundo dados da OMS, cerca de 50% das vacinas no Brasil chegam ao destino final deterioradas, em geral devido à falha no controle de temperatura. As vacinas estrangeiras que estão sendo importadas para o Brasil precisam ser mantidas em freezers especiais, exigindo temperaturas baixíssimas para sua manutenção entre -80 ºC e -70 ºC. Elas também passam por etapas extras de transporte, aumentando a chances de sofrerem avarias durante o processo.


Não podemos deixar isso acontecer no contexto da pandemia no país. Empresas ligadas a qualquer etapa desse processo precisam otimizar e aplicar inteligência no transporte e armazenamento das vacinas.



Desafio do transporte das vacinas no Brasil

Não é de hoje que o Brasil enfrenta problemas na distribuição de vacinas e medicamentos biológicos. Como é um país tropical, estamos expostos à altas temperaturas que prejudicam a qualidade destes medicamentos quando não há a monitoração correta. Essa questão se agrava porque o controle da temperatura varia de fabricante para fabricante, e países em desenvolvimento como o Brasil costumam ser atingidos por problemas de infraestrutura.


Confira abaixo a tabela que mostra a temperatura que cada vacina produzida até agora precisa ser mantida:

O uso emergencial das vacinas Oxford-AstraZeneca e CoronaVac foi aprovado pela ANVISA, e os imunizantes já estão em processo de distribuição para o país todo. Por mais que elas não exijam temperaturas congelantes de armazenamento como as demais, não podemos arriscar comprometer a sua qualidade e gerar desperdício


Segundo as resoluções-rdc nº 38, de 18 de agosto de 2010 e a resolução - rdc nº 234, de 20 de junho de 2018 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), dentre outras coisas deve possuir registros contínuos de temperatura da cadeia de transporte que comprovem que o produto foi mantido dentro das condições de armazenamento e de transporte preconizadas pelo fabricante, bem como que é total responsabilidade do transportador apresentar tais evidências.




Sobre o Indicador

de Temperatura

Cold Chain Complete.

O dispositivo Indicador de Temperatura Cold Chain Complete é ideal para monitorar os riscos das vacinas serem expostas a temperaturas acima do exigido por longos períodos de tempo. Ele deve ser fixado diretamente nos frascos ou cartuchos no momento em que as vacinas saem da fábrica. O lado esquerdo do cartão indica quando a sua remessa ficou muito quente, enquanto a direita indica se a sua remessa ficou muito fria.


Ao final do transporte, o Indicador de Temperatura Cold Chain Complete indica a temperatura e o tempo de exposição, alertando os utilizadores sobre a exposição a condições de temperatura inaceitáveis. Assista o vídeo abaixo para entender!


O Indicador de Temperatura Cold Chain Complete ajuda a controlar a cadeia de frio e assegurar a qualidade das vacinas ao chegarem aos postos de saúde para serem aplicadas na população, evitando desperdícios e aproveitando o máximo de doses possível. Ele está disponível nas seguintes sensibilidades de temperatura:


• 2 ° -8 ° C / 36 ° -46 ° F;

• 0 ° -8 ° C / 32 ° -46 ° F;

• 2 ° -25 ° C / 36 ° -77 ° F;

• 0 ° -25 ° C / 23 ° -77 ° F.


Sobre a AHM

Atuamos no mercado de logística e intralogística há 19 anos oferecendo soluções inteligentes que ampliam produtividade e segurança e maximizam a eficiência operacional, gerando mais competitividade para sua empresa.


Acompanhe-nos nos nossos canais:


Facebook: @ahmsolutionoficial 

Linkedin: AHM Solution do Brasil

Site: www.ahmsolution.com.br 

Telefone para atendimento: +55 (11) 5908-5850

WhatsApp: +55 (11) 9.7745-0002

E-mail: contato@ahmsolution.com

Se interessou?

Cadastre-se e fique por dentro das novidades sobre o Indicador de Temperatura Cold Chain Complete.


*Informação fornecida pelo consórcio de veículos de imprensa com base em dados das secretarias estaduais de Saúde.